Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

Honda CG: 14 milhões de unidades produzidas no Brasil

Quem nunca andou de Honda CG, levante a mão… Sim, certamente existem muitos que não andaram, seja pilotando ou como garupa, na icônica motocicleta japonesa ou, melhor dizendo, brasileira.

Contudo, milhões de brasileiros já experimentaram o clássico modelo da Honda, fabricado em Manaus desde 1976.

Agora, aos 46 anos, a Honda CG atinge a marca imponente de 14 milhões de unidades produzidas e com boa parte delas praticamente 100% nacional.

O modelo que motorizou as massas no Brasil, tornou não só seu nome como a da Honda, sinônimo de motocicleta por décadas, convertendo a fabricante nipônica na rainha do mercado nacional, tendo passado até de 80% de market share e hoje um pouco abaixo disso.

Assim como a Honda domina o mercado há décadas, a CG mantém seu reinado no segmento street e a liderança de mercado desde tempos imemoriais.

Primeira motocicleta produzida no Brasil, a CG é atualmente o veículo mais produzido e vendido no país, estando agora em sua nona geração, equipada com injeção eletrônica flex e motor de 160 cm³ com boa potência e torque adequado.

Contudo, muito antes da injeção PGM-FI Flex, a Honda CG 125 foi a primeira moto movida por álcool no mundo (foto abaixo), numa época em que sua rival Yamaha RD 125 também se alcoolizou, porém, a ideia não durou muito.

Apenas em 2009 é que a Honda CG voltaria a beber álcool após os anos 80, com o modelo CG 150 Titan Mix, que inaugurou a fase Flex da motocicleta urbana da Honda.

Em 1983, a singela CG 125 ganhou cinco marchas e cinco anos depois, ganhou a versão Cargo, primeira a ser homologada para transporte de carga e resiste até hoje no portfólio do produto.

De 125 para 150, passaram décadas, até que em 2015, surgiu a CG 160, que vem sendo a moto vendida desde então. A Honda CG chegou a ser exportada para Reino Unido, França e Portugal com farol e piscas redondos (foto acima).

Com várias edições, inclusive uma com as cores da bandeira do Brasil, a CG mantém a simplicidade mecânica, o bom custo-benefício, a agilidade no trânsito e a economia de sempre.

 

Via Notícias Automotivas https://ift.tt/tp7QNUy

source https://antoniocunhalima.blogspot.com/2022/08/honda-cg-14-milhoes-de-unidades.html

Publicidade

Publicado por Antônio Cunha Lima

Olá, meu nome é Antônio Cunha Lima, tenho 47 anos e sou de Contagem, Minas Gerais. Sempre procuro aprender coisas novas para manter meu cargo protegido e dirigir tranquilo com minha família.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: