Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

Renault tem “fábrica” para reciclagem de caminhões

A Renault Trucks, que pertence a Volvo Trucks, anunciou a criação de um novo empreendimento na Europa, a Fábrica de Peças Usadas.

O termo “fábrica” não é muito apropriado para o caso, já que em realidade, a coisa não é exatamente fabricar algo ou mesmo montar caminhões, mas desmontar e recuperar peças usadas.

Localizada em Vénissieux, na França, a tal “fábrica” da Renault Trucks se dedica a desmontar caminhões usados para reciclagem e recuperação de peças usadas, que serão remanufaturadas para revenda.

O processo da planta se dará em três etapas, com regeneração, reaproveitamento e reciclagem de caminhões usados, porém, se você pensa que estes veículos sumirão do mercado, está enganado.

Após a desmontagem, os caminhões usados são enviados em partes para Bourg-en-Bresse, onde a Renault Trucks tem — aí sim — uma Fábrica de Caminhões Usados, onde os mesmos serão remontados e colocados à venda.

Trata-se de um processo de recuperação bem radical, onde os componentes são recuperados e novamente aproveitados nos caminhões usados, garantindo que estes rodem por mais tempo e com segurança.

Como o mercado de seminovos e usados é lucrativo em qualquer parte do mundo, no segmento de caminhões não difere, especialmente na Europa.

Projetados para rodar 1,5 milhão de km, os caminhões da Renault Trucks são recomprados via programas de modernização de frota, quando são trocados por novos ou seminovos.

Com esse período vencido, são enviados para Vénissieux para recuperação, onde são reaproveitados motor, caixa de câmbio, cabine, tanque de combustível, para-choques, entre outros.

Muitos dos caminhões não seguem para Bourg-en-Bresse e estes componentes são remanufaturados e identificados para rastreabilidade e enviados para lojas de peças usadas da Renault Trucks.

O que pode ser aproveitado, será mandado para a linha de remontagem de caminhões usados nesta última cidade e, como já se supõe, a quantidade de caminhões que saem do processo será sempre menor que a que entrou.

As “Peças usadas pela Renault Trucks”, vendidas em lojas virtuais da marca, possuem preços entre 50% e 60% mais baratos que peças novas na rede autorizada, enquanto os remontados são testados antes de voltar para as estradas.

Com isso, a Renault Trucks busca reduzir o impacto das emissões e atingir rapidamente o carbono-neutro em seus operações.

Em tempos de escassez de insumos (a VW teve que estocar vidros, por exemplo), reciclar componentes para autopeças e recuperar veículos para revenda, parece algo viável.

A Toyota, por exemplo, já anunciou a ideia de fazer algo parecido na Europa com seus carros de mais de 10 anos, permitindo que rodem mais 10 anos de forma segura e eficiente.

[Fonte: Auto Evolution]

 

 

 

Via Notícias Automotivas https://ift.tt/tp7QNUy

source https://antoniocunhalima.blogspot.com/2022/09/renault-tem-fabrica-para-reciclagem-de.html

Publicidade

Publicado por Antônio Cunha Lima

Olá, meu nome é Antônio Cunha Lima, tenho 47 anos e sou de Contagem, Minas Gerais. Sempre procuro aprender coisas novas para manter meu cargo protegido e dirigir tranquilo com minha família.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: