Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

Longe do Brasil, Honda terá 10 motos elétricas

A Honda planeja lançar 10 motos elétricas até 2025 em várias regiões do mundo, exceto no Brasil, sequer mencionado pela montadora japonesa nesse caso, mas citado por ter motos flex no país e, a partir de 2023, também na Índia.

Enquanto o etanol é a solução para o Brasil e, pelo visto parece que para a Índia também, outras regiões como EUA, Europa, China e, é claro, o Japão, serão atendidas por motos elétricas, incluindo o Sudeste Asiático.

Já com modelos sendo testados na Tailândia e Vietnã, a Honda prepara motos de vários segmentos, mas não aparentemente os mais óbvios em termos comerciais, apostando mais na mobilidade elétrica de baixa velocidade.

Dois scooters serão lançados entre 2024 e 2025 na Ásia, Europa e Japão, além da China, incluída no programa desses dois modelos, cujos detalhes não foram revelados.

Essas duas scooters elétricas possuem velocidade final acima de 50 km/h, sendo classificadas pela Honda como EV’s.

Já os modelos EB e EM possuem limites de 25 km/h e 50 km/h, respectivamente. Assim, estas duas categorias terão cinco modelos específicos para China, Ásia, Europa e Japão.

Todavia, apesar de sete modelos serem específicos para uma condução essencialmente urbana, tanto para pilotos habilitados quanto não, já que até 25 km/h se está no mesmo nível de uma bicicleta e até 50 km/h é um ciclomotor, a Honda terá motos mais robustas.

Serão três modelos de porte maior para Japão, EUA e Europa, que terão uma proposta mais divertida, com um modelo crossover, uma naked estilosa e uma scooter aventureira nos moldes da X-ADV.

Haverá um modelo cross para crianças também, que não foi contado entre os 10 produtos anunciados, ainda que a Honda mencione que pode haver mais adiante.

Ainda que a autonomia não tenha sido citada, a Honda falou de algo interessante até para os automóveis elétricos da marca, a bateria de estado sólido.

Já usada no Japão a bordo de submarinos da Classe Soryu, essas células permitem armazenar várias vezes mais energia num mesmo pacote de baterias de lítio atuais.

Elas serão usadas tanto nos carros da Honda, quanto em suas motocicletas elétricas, que terão células compartilháveis e sistema de troca em estações.

 

Via Notícias Automotivas https://ift.tt/cG2DPXN

from Blogger https://ift.tt/35c7dkm
via IFTTT

Publicidade

Publicado por Antônio Cunha Lima

Olá, meu nome é Antônio Cunha Lima, tenho 47 anos e sou de Contagem, Minas Gerais. Sempre procuro aprender coisas novas para manter meu cargo protegido e dirigir tranquilo com minha família.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: