Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

i30 2012: fotos, detalhes, motor, versões, preços, etc

O Hyundai i30 2012 foi um hatch médio que a CAOA vendeu aqui no mercado brasileiro e sendo o último ano/modelo da primeira geração do modelo, que atualmente está em sua terceira geração.

Produzido na Coreia do Sul, o i30 da primeira geração também foi feito no Egito, China e República Tcheca, sendo um modelo vendido em vários lugares do mundo, em especial nos EUA.

Rival do Volkswagen Golf, do Ford Focus, do Fiat Bravo e do Chevrolet Vectra GT, o Hyundai i30 era um competidor forte no mercado brasileiro e catapultado pela CAOA, apesar do marketing controverso.

O i30 foi bem-sucedido inicialmente e muito apostavam em seu visual atraente, assim como mecânica purista e bom espaço interno.

Contudo, casos de adulteração de ano/modelo, importação de lotes como do i30 azul, por exemplo, atrapalharam mais que ajudaram.

i30 2012 – novidades

Apesar de todos os engôdos criados pela CAOA, o Hyundai i30 2012 resistiu e teve como novidade na linha 2012, apenas os faróis com máscara negra, pois, as 49 de 50 modificações atribuídas pela marca ao produto eram na suspensão e escape.

Não se sabe exatamente se tais mudanças foram feitas, então, quem é ou foi proprietário, poderá dizer melhor se não foi mais uma propaganda enganosa da CAOA, dentre muitas feitas na época.

O que se sabia era que o i30 2012 tinha belas rodas aro 17 polegadas, pneus 225/45 R17, ar condicionado digital, sistema de áudio com CD player e MP3, além de USB e Bluetooth, faróis de neblina, sensor de estacionamento e retrovisores com repetidores de direção.

Painel analógico, volante com comandos de mídia, telefonia e piloto automático, bancos em tecido, direção hidráulica, airbag duplo, freios com ABS, banco traseiro bipartido, portas com tecido, vidros e travas elétricas, retrovisores elétricos, entre outros.

Em seu segmento, apesar dos atributos, o Hyundai i30 era um caro apenas “padrão”, sem se destacar em performance, tecnologia a bordo e muito menos em consumo.

Ele seguia uma cartilha ditada pela Hyundai, que produzia carros simples ou já com conteúdo desatualizado para mercados menos importantes, com Europa e EUA recebendo os produtos mais completos e modernos.

Na época do primeiro i30, essa diferença ainda não era tão gritante, porque o mercado americano aceitava muitos produtos “populares”, carros com conteúdo padrão sem sofisticação, como os europeus.

Assim, o Brasil acabou recebendo o i30 seguindo linhas de produtos como o Toyota Corolla e, em menor grau, o Honda Civic, ainda que o modelo nacional fosse mais avançado que o coreano.

Na geração seguinte, com motor 1.8, o i30 literalmente “flopou”, não tendo como ser embelezado pelo marketing duvidoso da CAOA.

Fez sucesso na primeira geração, mas o mercado modernizou-se e ele não teve chance alguma contra players como o VW Golf de sétima geração.

i30 2012 – detalhes

O Hyundai i30 2012 tinha frente com faróis duplos em uma máscara negra, contendo ainda lanternas e repetidores de direção, enquanto a grade tinha um aplique cromado sobre uma abertura feita no para-choque.

O para-choque era dividido em três partes, com grade central e elementos estilizados na grelha, o i30 2012 tinha ainda molduras laterais com faróis de neblina.

Nas laterais, o Hyundai i30 2012 tinha repetidores de direção nos para-lamas, enquanto os retrovisores e as maçanetas na cor do carro, tendo ainda rodas de liga leve aro 17 polegadas com acabamento diamantado.

Assim como na frente, o para-choque traseiro tinha molduras na cor do carro, com sensores de estacionamento e suporte para placa, enquanto a tampa do bagageiro tinha maçaneta integrada ao logotipo da Hyundai.

O vidro traseiro era amplo e tinha limpador, além de lavador e desembaçador, com o i30 2012 tendo ainda vidros verdes e para-brisa degradê.

A tampa tinha ainda luz auxiliar de freio, enquanto as lanternas eram bem grandes e verticais, com lentes vermelhas.

No teto, antena pronunciada e teto solar elétrico, garantindo assim maior comodidade a bordo.

Dentro, o i30 2012 tinha acabamento preto, com cluster analógico com iluminação azul, tendo conta-giros, velocímetro, nível de combustível e temperatura da água, além de display com informações básicas.

O volante em couro tinha acabamento cinza e comando de mídia e piloto automático, com coluna de direção ajustável em altura e profundidade.

Com assistência hidráulica, o i30 tinha ainda ajustes de altura dos faróis, assim como da iluminação do cluster, bem como chave-canivete.

Ao centro, o painel tinha moldura com acabamento prateado, com porta-objetos dotado de tampa e abaixo dele, o sistema de áudio com CD player e USB, tendo ainda display digital em fundo de cor azul.

O ar condicionado era digital e automático, tendo também display de fundo azulado, enquanto abaixo ficava um cinzeiro com acendedor de cigarros e fonte de 12V.

O túnel tinha seletor de marchas do câmbio automático do tipo escada com trocas manuais e posições de marchas 1, 2 e D, num sistema bem antigo.

No manual, o pomo era circular e tinha trava de engate da ré, bem como coifa de couro, com o freio de estacionamento com mesmo acabamento ao lado do porta-copos duplo.

O apoio de braço central tinha porta-objeto, enquanto as portas tinha maçanetas cromadas, tecido no centro da peça e botões dos vidros elétricos com one touch para o motorista.

Tinha ainda comando dos retrovisores e do rebatimento dos espelhos retrovisores externos.

Os bancos eram em tecido, mas o cliente podia encomendar o couro nas lojas, sendo revestidos tanto os assentos quanto as portas.

Atrás, o espaço era bom e havia redes para revistas nos encostos, assim como cintos de 3 pontos para todos, assim como apoio de cabeça.

O banco traseiro bipartido tinha também apoio de braço central com porta-copos embutido, com o teto tendo alças e luzes de leitura, na frente e atrás.

Os para-sois tinham espelhos iluminados e o retrovisor interno era eletrocrômico, além de comando do teto solar elétrico com persiana manual.

Atrás, o i30 2012 tinha 340 litros no bagageiro, forrado em tecido e com abertura elétrica interna, além de iluminação.

O hatch tinha sistema de som com quatro alto-falantes e dois tweeters, garantindo diversão a bordo.

Internamente havia dois airbags (motorista e passageiro), além de cintos com pré-tensionadores na frente, onde o banco do motorista tinha também ajuste de altura.

i30 2012 – versões

O Hyundai i30 2012 foi oferecido durante muitos naos nas versões GL e GLS, esta última com teto solar elétrico e bancos em couro, porém, em seu último ano, apenas a última ficou, já praticamente sem identificação.

Ambas com motor 2.0, o i30 sempre teve opção de câmbio manual ou automática, sendo nestas duas bem completo para sua proposta na época, que correspondia com as expectativas dos clientes, ainda que não surpreendesse de fato.

  • Hyundai i30 2.0 manual
  • Hyundai i30 2.0 automática

i30 2012 – equipamentos

Hyundai i30 2.0 manual – Motor 2.0 e câmbio manual de cinco marchas, mais para-choques na cor do carro, retrovisores e maçanetas na cor do carro, retrovisores com repetidores de direção, antena no teto, teto solar elétrico, sensor de estacionamento e alarme.

Rodas de liga leve aro 17 polegadas, pneus 225/45 R17, freios a disco nas quatro rodas, freios com ABS e EDB, airbag duplo, vidros verdes, vidro térmico traseiro, para-brisa degradê, lavador e limpador do vidro traseiro e luz auxiliar de freio.

Direção hidráulica, ar condicionado automático, sistema de som com CD player e USB, quatro alto-falantes, dois tweeters, bancos em tecido, banco do motorista com ajuste em altura, volante em couro, alavanca de câmbio em couro e piloto automático.

Coluna de direção com ajustes em altura e profundidade, fonte de 12V, acendedor de cigarros, porta-luvas iluminado, para-sois com espelhos iluminados, retrovisor interno eletrocrômico, sensor de chuva, sensor crepuscular, porta-copos e porta-objeto.

Vidros elétricos com one touch para o motorista, travamento central elétrico, retrovisores com ajustes elétricos e rebatimento automático, banco traseiro bipartido, apoio de braço traseiro com porta-copos, cintos de 3 pontos e apoios de cabeça.

Porta-malas com iluminação, abertura interna do bagageiro e bocal do tanque, travas de segurança nas portas traseiras, bloqueio eletrônico dos vidros, temporizador dos faróis e luz interna, alças no teto, luzes de leitura, Isofix e Top Tether.

Hyundai i30 2.0 automática – Itens acima, mais transmissão automática de quatro marchas com mudanças manuais na alavanca.

i30 2012 – preços

No mercado de carros usados, o Hyundai i30 2022 tem uma boa valorização como produto, custando em média R$ 41 mil no manual e R$ 44 mil no automático, normalmente dependendo de seu estado e em conformidade com a tabela Fipe.

  • Hyundai i30 2.0 manual – R$ 41.361
  • Hyundai i30 2.0 automática – R$ 44.182

(*) preços da tabela Fipe – setembro/2022.

i30 2012 – motor

O Hyundai i30 2012 tinha motor G4GC da família Beta II, originalmente surgida em 1995 e atualizada em meia vida até 2012, quando terminou a produção desse motor, assim como da primeira geração ao hatch médio.

Com bloco de ferro fundido e cabeçote de alumínio, o G4GC tinha duplo comando de válvulas sem gerenciamento eletrônico, além de quatro válvulas por cilindro e acionamento dos comandos por correia dentada.

Tendo ainda tuchos hidráulicos, sistema de ignição sem distribuidor, sensor de rotação do virabrequim, entre outros.

O Beta II tinha diâmetro x curso de 82 mm x 93,5 mm, gerando taxa de compressão de 10,1:1 e deslocando 1.975 cm³, entregando 145 cavalos a 6.000 rpm e 19 kgfm a 4.600 rpm.

A transmissão manual tinha cinco marchas, mas a automática A4CF1 com conversor de torque, além de quatro marchas e mudanças manuais de marcha.

O motor Beta II teve ainda versões 1.6 16V e 1.8 16V, que não vieram ao Brasil a bordo do i30 2012, com esses motores 109 e 126 cavalos, com 13,9 e 15,6 kgfm, respectivamente.

Na CAOA Hyundai, o Beta II equipou também o Tucson, sendo feito aqui com ele até o 2020, sendo um motor robusto, porém, de alto consumo de combustível.

i30 2012 – desempenho

O i30 2012 tinha um desempenho aceitável para sua proposta, com motor 2.0 aspirado e abastecido apenas por gasolina, com transmissões adaptadas para sua potência e torques acima dos carros populares.

Pelas informações da internet, o i30 2.0 tanto no manual quanto no automático, ia de 0 a 100 km/h em 10,6 segundos.

Contudo, a velocidade final diferia, com 195 km/h no automático e 205 km/h no manual.

  • Hyundai i30 2.0 manual – 10,6 segundos e 205 km/h
  • Hyundai i30 2.0 automática – 10,6 segundos e 195 km/h

i30 2012 – consumo

No consumo, o i30 2012 era gastão, apesar da média urbana aceitável para um carro de porte médio com motor aspirado de grande volume, fazendo igualmente com transmissão manual ou automática.

Nesse caso, o hatch da Hyundai fazia 8,9 km/l na cidade, porém, na estrada, o consumo era muito mais alto e o hatch não fazia mais que 10,2 km/l no manual e 10,1 km/l no automático.

Com essa média de consumo, o i30 tinha autonomia de 535 km no 2.0 automático e 540 km no 2.0 manual, pouco para um carro desse porte.

  • Hyundai i30 2.0 manual – 8,9 km/l e 10,2 km/l
  • Hyundai i30 2.0 automática – 8,9 km/l e 10,1 km/l

i30 2012 – manutenção e revisão

A Hyundai tem um plano de manutenção e revisão do i30 2012 com revisões a cada 10.000 km e 12 meses, sendo atendido em toda a rede CAOA, a importadora da marca sul-coreana.

Nas revisões, são feitas inspeções nos sistemas de direção, suspensão, freios, motor, câmbio e parte elétrica, sendo feito orçamento para o que precisa ser feito em enviado ao proprietário para aprovação.

O i30 2012 tem no serviço, troca de óleo do motor, filtro de óleo, filtro de ar, filtro de combustível, fluido de freio, velas, correia em V, correia dentada, líquido de arrefecimento, palhetas de limpadores, entre outros.

Além disso, as revendas da CAOA Hyundai fazem troca de itens de desgaste natural, tais como pastilhas de freio, pneus, amortecedores, discos de freio, pivôs de direção, coxins de motor e câmbio, batentes das torres, rolamentos, buchas de balança, entre outros.

Nas lojas da CAOA, ainda podem ser feitos serviços de funilaria, pintura, alinhamento, balanceamento, cambagem, recall, instalação de acessórios, personalização, lavagem, limpeza oxi-sanitária, entre outros.

i30 2012 – ficha técnica

Motor 2.0 16V
Tipo
Número de cilindros 4 em linha
Cilindrada em cm3 1975
Válvulas 4
Taxa de compressão 10,1:1
Injeção eletrônica Indireta
Potência máxima 145 cv a 6.000 rpm (gasolina)
Torque máximo 19 kgfm a 4.600 rpm (gasolina)
Transmissão
Tipo Manual de 5 marchas ou automática de 4 marchas
Tração
Tipo Dianteira
Direção
Tipo Hidráulica
Freios
Tipo Discos dianteiros e traseiros
Suspensão
Dianteira McPherson
Traseira Multilink
Rodas e Pneus
Rodas Liga leve aro 17 polegadas
Pneus 225/45 R17
Dimensões
Comprimento (mm) 4.245
Largura (mm) 1.775
Altura (mm) 1.480
Entre eixos (mm) 2.650
Capacidades
Porta-malas (l) 340
Tanque de combustível (l) 53
Carga (kg) 453
Peso em ordem de marcha (kg) 1.252 (MT) 1.327 (AT)
Coeficiente aerodinâmico (cx) 0,33

i30 2012 – fotos

Via Notícias Automotivas https://ift.tt/tTCr6Df

from Blogger https://ift.tt/EFkxYyX
via IFTTT

Publicidade

Publicado por Antônio Cunha Lima

Olá, meu nome é Antônio Cunha Lima, tenho 47 anos e sou de Contagem, Minas Gerais. Sempre procuro aprender coisas novas para manter meu cargo protegido e dirigir tranquilo com minha família.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: