Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

Kwid 2020: motor, consumo, detalhes, versões, preços

O Kwid 2020 chegou ao mercado nacional com as três versões de sempre, que eram Life, Zen e Intense, porém, surgiu a Outsider, numa campanha de marketing que deu o que falar.

A versão Outsider, aventureira, trouxe uma produção cinematográfica com um tema dos anos 80, ressuscitando personagens de um desenho animado muito famoso nessa época.

Feito em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, o Renault Kwid era um importante produto num mercado que buscava ampliar as vendas e sair da crise, enfrentando uma mudança de perfil dos compradores.

Contudo, a pandemia chegou e o Kwid 2020 – como muitos carros – viu a mesa virar completamente de lá para cá, com o carrinho sendo uma das duas únicas propostas de subcompactos populares.

Seu eterno rival, o Fiat Mobi, é aquele que o Kwid precisa enfrentar e na época não diferia, ainda que existisse o Volkswagen up! e Kia Picanto, estivessem em vias de partir.

Kwid 2020 – novidades

O Kwid 2020, sem dúvidas, chama atenção mais pela versão Outsider, que usou uma campanha de marketing baseada no desenho animado dos anos 80, o “Caverna do Dragão”, suscitando a opinião pública a imaginar que haveria um filme de fato sobre a história.

Com visual aventureiro, o Kwid Outsider chegou inspirado no conceito indiano Outsider e trouxe rodas de aço com calotas estilizadas, que pareciam rodas de liga leve, para-choques exclusivos com molduras e protetores pretos, além de base em cinza.

Retrovisores em preto brilhante, barras longitudinais no teto, devidamente estilizadas, assim como identificação lateral e protetores laterais, faziam parte do pacote, que tinha ainda para-choque traseiro com protetor inferior e frente com grade em preto brilhante.

Dentro, o Kwid Outsider tinha bancos personalizados em preto e laranja, com faixas de mesma cor nas portas, além do pomo personalizado da alavanca de câmbio.

Os bancos e portas traseiros, também seguiam o padrão, assim como o volante, que tinha acabamento em preto brilhante.

Trazia ainda porta USB posicionada no console da transmissão, além de multimídia com Android Auto e CarPlay, câmera de ré, ar condicionado, direção elétrica, vidros dianteiros e travas elétricos, airbags laterais, faróis de neblina, entre outros, fazia parte do conteúdo do Outsider.

O Kwid 2020 continuava seu portfólio com as versões Zen e Intense ganhando o reposicionamento da porta USB, que saiu da tela de multimídia, eliminando assim o fio em frente ao display durante a navegação.

Prático, mantinha seu motor 1.0 SCe simplificado de 66 cavalos na gasolina e 70 cavalos no etanol, além de 9,4 e 9,8 kgfm, respectivamente.

Com câmbio de cinco marchas, suspensão alta (18 cm de altura do solo), pneus estreitos, suspensão robusta e estabilidade sofrível, apesar de tudo, o Renault Kwid é plenamente adaptado à realidade brasileira e com ela, um porta-malas de 290 litros.

O Kwid 2020 ia desde a versão Life, extremamente pelada, sem ar, direção, vidros ou travas elétricas, como os populares do passado, até a divertida Outsider, com visual personalizado.

Os preços eram os menores do mercado, medindo forças com a Fiat e seu Mobi, mas a Renault tem um produto forte, apesar dos deslizes que o tornam um transporte do dia a dia e não mais que isso.

Kwid 2020 – detalhes

O Kwid 2020 em sua versão Outsider tinha frente com faróis retangulares com parábola única, com piscas integrados, assim como lanternas de posição incorporada.

A grade estilizada tinha o losango da Renault e o para-choque com molduras pretas, incorporando faróis de neblina.

Na parte inferior, grade central com molduras de base, que também tinha um protetor de cor cinza.

Já as laterais tinham molduras pretas, com rodas de aço aro 13 polegadas com três parafusos e calotas em preto brilhante.

Nas portas, molduras pretas, assim como retrovisores em preto brilhante e nome Outsider estampado nas portas na dianteira.

Atrás, as lanternas eram compactas e o para-choque tinha cor preta e protetor inferior de cor cinza.

O teto tinha barras longitudinais personalizadas e antena pronunciada na frente.

Os vidros eram verdes, com vidro traseiro térmico e o para-brisa degradê, enquanto o interior tem parte do acabamento em preto.

No painel, o cluster analógico contava com conta-giros e velocímetro, com display digital tendo nível de combustível.

Já o volante de três raios tem acabamento preto brilhante com filetes de cor laranja, enquanto o console central tem acabamento preto brilhante com difusores de ar em grade.

Abaixo, a multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque com Android Auto e Apple Carplay, empregando aplicativos como Waze, Google Maps, Spotify, entre outros.

O dispositivo reproduz a câmera de ré, tendo ainda score com pontuação para economia de combustível e também recomendações para tornar a condução mais eficiente.

Havia ainda botões dos vidros elétricos dianteiros, assim como do pisca-alerta e do travamento elétrico das portas, com os comandos físicos do ar condicionado abaixo.

No túnel da transmissão, à frente estavam a entrada USB e uma fonte de 12V, além da alavanca de câmbio com pomo hexagonal em laranja brilhante.

O painel tinha ainda difusores de ar circulares que podiam ser fechados completamente, além de tampa do porta-luvas avantajada.

Os bancos eram personalizados com elementos da malharia em hexágonos, tendo ainda faixas em laranja nos encostos e nas bordas do assento, além do nome bordado Outsider.

Já o banco traseiro seguia o mesmo padrão, tendo lugar para cinco pessoas no habitáculo, com cintos de 3 pontos, sendo os dianteiros com ajustes em altura e pré-tensionadores.

As portas, cheias de plásticos, tinham apliques em laranja e maçanetas cromadas, com manivelas nas portas traseiras parta os vidros.

Os retrovisores eram elétricos no Kwid Outsider, enquanto o banco traseiro era inteiriço, sendo rebatível para ampliar o porta-malas de 290 litros.

O espaço interno atrás era pequeno e a simplicidade do produto ia até no puxador da trava do capô, que lembrava muito o do Volkswagen Fusca clássico e de outros modelos a ar do passado.

A tampa do bagageiro tinha travamento elétrico, bem como estepe sob o assoalho.

No teto, o Kwid Outsider tinha somente luz interna, para-sois com espelhos sem iluminação e retrovisor interno dia e noite.

Kwid 2020 – versões

  • Renault Kwid Life 1.0
  • Renault Kwid Zen 1.0
  • Renault Kwid Intense 1.0
  • Renault Kwid Outsider 1.0

Kwid 2020 – equipamentos

Renault Kwid Life 1.0 – Motor 1.0 e câmbio manual de cinco marchas, mais grade preta, maçanetas e retrovisores pretos, para-choque dianteiro na cor do carro, pneus 165/70 R14, rodas de aço aro 14 polegadas com calotas e antena no teto.

Para-choque traseiro preto, ar quente, bancos em tecido, ventilador, para-sois sem espelhos, retrovisores externos com controle interno, vidros manuais, travas manuais, direção mecânica, freios ABS com EDB, airbags frontais e airbags laterais.

Cobertura do bagageiro, banco traseiro rebatível, fonte de 12V, porta-objetos, travas de segurança nas portas traseiras para crianças.

Renault Kwid Zen 1.0 – Itens acima, mais ar condicionado, direção elétrica, bancos com nova padronagem, vidros dianteiros elétricos, travas elétricas, calotas diferenciadas, aplique preto nas laterais das portas, lavador e limpador do vidro traseiro e desembaçador traseiro.

Vidros verdes, para-brisa degradê, sistema de som com USB e Bluetooth, porta-malas com revestimento total, entre outros.

Renault Kwid Intense 1.0 – Itens acima, mais calotas diferenciadas, faróis de neblina, multimídia com tela de 7 polegadas, projeção para Android Auto e CarPlay, padronagens diferenciada dos assentos, retrovisores elétricos, detalhes em preto brilhante e branco, conta-giros e alarme.

Renault Kwid Outsider 1.0 – Itens acima, mais para-choque dianteiro novo, protetores inferiores nos para-choques, faixas decorativas laterais, sensor de estacionamento, câmera de ré e detalhes em laranja no acabamento.

Calotas estilizadas, bancos personalizados, volante e alavanca com detalhes em laranja, retrovisores em preto brilhante, barras no teto personalizadas, entre outros.

Kwid 2020 – preços

Os preços do Kwid 2020 estão na média do que se esperava no pós-pandemia, com preços entre R$ 45 mil e R$ 50 mil na tabela Fipe, mas isso pode variar, visto ser uma média de preços ao consumidor.

As diferenças de preços maiores estão com as versões mais caras que, apesar dos itens a mais do Outsider, o valor maior não é tão elevado quanto da versão Intense.

  • Renault Kwid Life 1.0 – R$ 45.748
  • Renault Kwid Zen 1.0 – R$ 47.387
  • Renault Kwid Intense 1.0 – R$ 50.375
  • Renault Kwid Outsider 1.0 – R$ 50.726

(*) preços da tabela Fipe – setembro/2022.

Kwid 2020 – motor

O motor B4D da Renault é um pequeno propulsor de três cilindros com bloco e cabeçote em alumínio, porém, simplificado em relação ao que equipava os Renault Logan e Renault Sandero.

A simplificação resultou na retirada do comando de válvulas duplo sem gerenciamento eletrônico para abertura e fechamento de válvulas, assim como o tempo de permanência aberto.

Fizeram outras alterações que reduziram o custo de produção do B4D, corpo de borboleta menor, sem solenoides de variação e válvula termostática de duas vias e não três como no 1.0 SCe do Logan.

Com 999 cm³, esse propulsor aciona os comandos por corrente, eliminando assim a chamada troca de correia dentada, ampliando a vida útil do motor.

Tendo injeção eletrônica multiponto flex, o pequeno ainda tem tanquinho para partida a frio, uma das críticas mais veladas à marca francesa, tal como a incômoda direção eletro-hidráulica de outros modelos.

Gerando 11,5:1 de taxa de compressão, o B4D é um motor de uma nova geração lançada na Índia, sendo muito mais simples e de menor custo de produção que o H4D, mais conhecido por usar turbocompressor e injeção direta.

Entregando 66 cavalos na gasolina e 70 cavalos no etanol, o B4D do Kwid 2020 foi o mais fraco motor lançado no mercado nacional desde o fim do Fire 1.0 8V do Fiat Uno Mille em 2013.

Com essa potência aos 5.500 rpm, o B4D entrega 9,4 kgfm no derivado de petróleo e 9,8 kgfm no combustível vegetal, ambos a 4.250 rpm.

Apesar de menos tecnológico que a versão usada em Sandero e Logan, o motor do Kwid 2020 tinha boa economia, funcionando com uma transmissão manual de cinco marchas.

Kwid 2020 – desempenho

Renault sobe preços do Duster, Oroch, Kwid, Captur, Sandero e Logan

O desempenho do Kwid 2020 era muito mais fraco que o atual, após a atualização, porém, era o suficiente para sua proposta essencialmente urbana.

De 0 a 100 km/h, o Kwid precisava de 14,7 segundos com velocidade final de 156 km/h, usando seu pequeno motor de 66 cavalos na gasolina e 70 cavalos no álcool.

  • Renault Kwid 1.0 – 14,7 segundos de 0 a 100 km/h
  • Renault Kwid 1.0 – 156 km/h de velocidade máxima

Kwid 2020 – consumo

Já o consumo era ruim com etanol, tanto que fazia 10,3 km/l na cidade e somente 10,8 km/l na estrada, apontando sua vocação para circular por ruas e não por rodovias.

Já com gasolina, a coisa era totalmente diferente, sendo ele um carrinho feito para rodar com esse combustível, tendo consumo urbano de 14,9 km/l de média e o rodoviário em 15,6 km/l.

Com um diminuto tanque de 38 litros, a autonomia do hatch subcompacto da Renault era de 566 km na cidade com gasolina e 593 km no rodoviário com o mesmo combustível.

Já no etanol, a autonomia é baixa, com 391 km no urbano e 410 km em rodovia.

  • Renault Kwid 1.0 – etanol – 10,3/10,8 km/l
  • Renault Kwid 1.0 – gasolina – 14,9/15,6 km/l

Kwid 2020 – manutenção e revisão

A rede Renault tem plano de manutenção para o Kwid 2020 de 10.000 km ou 12 meses de intervalo entre as revisões, tabeladas em todo o território nacional.

Além disso, entre as revisões, pode-se fazer serviços rápidos de até 60 minutos em uma rede exclusiva da Renault para serviços regulares e fáceis de fazer nos carros.

Nas concessionárias Renault, a revisão inicia com a inspeção de motor, câmbio, embreagem, suspensão, direção, freios e sistema de segurança, além da parte elétrica.

Já no serviço, troca-se óleo do motor, arruela do dreno, filtro de óleo, filtro de ar, filtro de combustível, fluido de freio, correia em V, velas, líquido de arrefecimento e palhetas dos limpadores.

Fora isso, existem serviços de troca de itens de desgaste natural, como pastilhas de freio, lonas de freio, discos de freio, pneus, rolamentos, batentes das torres, molas, amortecedores, buchas de bandeja, coxins de motor e câmbio, lâmpadas, entre outros.

As revendas possuem ainda serviços de alinhamento, balanceamento, cambagem, lavagem, recall, limpeza oxi-sanitária, instalação de acessórios, entre outros.

Kwid 2020 – ficha técnica

Motor 1.0
Tipo
Número de cilindros 3 em linha
Cilindrada em cm3 999
Válvulas 4
Taxa de compressão 11,5:1
Injeção eletrônica Indireta
Potência máxima 66/70 cv a 5.500 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo 9,4/9,8 kgfm a 4.250 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
Tipo Manual de 5 marchas
Tração
Tipo Dianteira
Direção
Tipo Mecânica ou elétrica
Freios
Tipo Discos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
Dianteira McPherson
Traseira Eixo de torção
Rodas e Pneus
Rodas Aço aro 14 polegadas
Pneus 165/70 R14
Dimensões
Comprimento (mm) 3.680
Largura (mm) 1.579
Altura (mm) 1.474
Entre eixos (mm) 2.423
Capacidades
Porta-malas (L) 290
Tanque de combustível (L) 38
Carga (Kg) 375
Peso em ordem de marcha (Kg) 779
Coeficiente aerodinâmico (cx) ND

Kwid 2020 – fotos

Via Notícias Automotivas https://ift.tt/eWQL398

source https://antoniocunhalima.blogspot.com/2022/09/kwid-2020-motor-consumo-detalhes.html

Publicidade

Publicado por Antônio Cunha Lima

Olá, meu nome é Antônio Cunha Lima, tenho 47 anos e sou de Contagem, Minas Gerais. Sempre procuro aprender coisas novas para manter meu cargo protegido e dirigir tranquilo com minha família.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: