Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

T-Cross 2020: versões, preços, equipamentos, etc

VW Tiguan, T-Cross, Jetta, Polo e Virtus GTS ficam mais caros

O T-Cross 2020 chegou antes da pandemia de coronavírus, quando no mercado automotivo nacional, praticamente fechado devido à crise sanitária mundial, liderou as vendas com mais de 10 mil emplacamentos.

Irmão dos VW Virtus, VW Polo e VW Nivus, o T-Cross é um SUV compacto de projeto global da VW, sendo produzido em uma variante menor na Europa e com equivalentes na China e na Índia.

Com longo entre-eixos, o T-Cross surpreendeu pelo espaço interno, ainda que seu porta-malas fosse razoável, utilizando um sistema para aumentar ou diminuir o espaço para bagagens.

Construído na plataforma modular MQB-A0, o T-Cross é o único da VW no país, feito fora da fábrica da Anchieta e portando essa arquitetura.

Ele também compartilha essa base com o VW Taos, feito em General Pacheco, Argentina, enquanto sua produção se dá em São José dos Pinhais, no Paraná.

T-Cross 2020 – novidades

O T-Cross 2020 chegou ao mercado com quatro versões inicialmente, adicionando a versão Sense para clientes PCD, quando ainda havia limite de valor para o benefício, que era de R$ 70.000 na época.

A VW fez mágica e congelou o preço dessa versão por muito tempo, tanto que a diferença de preço para sua equivalente para o consumidor comum, chegou a R$ 40.000…

Nas demais opções, os preços já eram altos e com os opcionais, ficaram impraticáveis para muitos consumidores e as versões de acesso foram as mais requisitadas, com ajuda maciça da versão Sense.

Focando na segurança, o T-Cross 2020 veio de série com seis airbags, além dos controles de tração e estabilidade, assim como assistente de partida em rampa e bloqueio do diferencial.

O T-Cross trouxe algumas coisas interessantes, como o pacote de lançamento, além de alavanca de transmissão com indicador de marchas no pomo ou o banco ajustável traseiro.

O piso regulável do bagageiro, ele importou do irmão Polo, assim como herdou deste o painel com cluster analógico ou digital de 10,25 polegadas, assim como a multimídia com telas de 6,5 ou 8,0 polegadas.

Também tinha o suporte para smartphone e ar condicionado automático, além de uma padronagem exclusiva para os assentos, garantindo assim um ambiente diferenciado e espaçoso.

Aliás, a solução do entre-eixos de 2,651 m de comprimento num carro de 4,199 m, surpreendeu positivamente, deixando-o com o espaço traseiro até melhor que o do Virtus, com 4,48 m de comprimento.

Essa mudança foi importante para o T-Cross e a VW sabia disso, visto que o modelo europeu mede apenas 4,11 m e tem a mesma base do Polo: 2,56 m.

Numa carroceria mais alta e volumosa, o T-Cross manteve a largura padrão dos irmãos e elevou o capô para ficar mais imponente e robusto, transmitindo melhor sensação de solidez e segurança.

Na versatilidade, além do banco traseiro deslizante, tinha ainda o basculamento do encosto do passageiro dianteiro, permitindo levar uma prancha, por exemplo.

Tendo itens de “carro grande” na versão Highline, esta quando completa, tinha teto solar panorâmico, estacionamento automático e faróis full LED, além de um sistema de som com 400 watts e subwoofer, feito pela Beats Audio.

Todo reluzente por fora, ainda mais com suas rodas aro 17 polegadas e interior com padronagem que inspirava o luxo, o T-Cross 2020 também soube ser bem Volkswagen, com a Sense tendo um visual extremamente espartano, ainda que o conteúdo fosse bom.

A versão para Pessoa com Deficiência (PcD) também foi uma cartada boa, não só por gerar volume, mas por oferecer um pacote de até R$ 70.000 fora da realidade da tabela de preços comum.

Com motor 1.0 TSI de 116 cavalos na gasolina e 128 cavalos com etanol, o T-Cross 2020 entregava bons 20,4 kgfm a 2.000 rpm, o que era ótimo.

Fora isso, a versão manual de seis marchas tinha bom desempenho, ainda que os engates fossem secos, não lembrando os carros comuns da VW.

Já o câmbio automático de seis marchas caiu bem no 1.0 TSI, que era forte o suficiente para compensar eventuais perdas desse tipo de transmissão.

A oferta do 1.0 TSI seguiu o padrão que a VW queria para a base MQB, compartilhada com os demais compactos de mesma plataforma.

No caso do 1.4 TSI, este só aparecia na versão Highline, que custava o mesmo que um SUV médio, tendo este os 150 cavalos e 25,5 kgfm já bem conhecidos.

Forte, o 1.4 TSI foi um pouco demais para o T-Cross, que chegava a abanar a frente, graças à suspensão macia e calibragem focada no consumo.

Com bagageiro de 370 a 420 litros, o T-Cross 2020 era uma proposta interessante e que no mercado nacional de usados tem uma boa aceitabilidade e valorizou muito com a crise.

T-Cross 2020 – detalhes

O T-Cross 2020 tinha frente alta com faróis duplos ou full LED, além de grade retangular com frisos horizontais e para-choque com molduras envolventes, que podiam trazer faróis de neblina com luzes diurnas em LED e luz de curva.

Nas laterais, as rodas eram de liga leve aro 16 ou 17 polegadas, tendo ainda retrovisores e maçanetas na cor do carro, bem como repetidores de direção e rebatimento elétrico dos espelhos externos, dependendo da versão.

Na traseira, lanternas em LED de série e para-choque com sensor de estacionamento, tendo ainda tampa do bagageiro com bom vão de acesso ao compartimento interno, que varia de 370 a 420 litros.

Dentro, o painel tinha o mesmo padrão do Polo, com cluster analógico ou Active Info Display de 10,25 polegadas, ainda opcional na época, bem como rádio convencional ou multimídia com telas de 6,5 ou 8,0 polegadas.

O ar condicionado podia ser manual ou automático, enquanto os bancos em tecido tinham opção de couro apenas nas versões mais caras, com o modelo tendo luzes de leitura, banco traseiro bipartido e difusores de ar traseiro, além de USB.

T-Cross 2020 – versões

  • Volkswagen T-Cross Sense 200 TSI Automático
  • Volkswagen T-Cross 200 TSI Manual
  • Volkswagen T-Cross 200 TSI Automático
  • Volkswagen T-Cross Comfortline 200 TSI Automático
  • Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI Automático

T-Cross 2020 – equipamentos

Volkswagen T-Cross Sense 200 TSI Automático – Itens da versão 200 TSI automática, mais grade preta, regulagem de altura dos faróis dianteiros.

Volkswagen T-Cross 200 TSI Manual – Motor 1.0 TSI e transmissão manual de seis marchas, mais faróis duplos com máscara negra, rodas de liga leve aro 16 polegadas, pneus 205/60 R16, temporizador dos faróis, vidros verdes, vidro traseiro térmico e para-brisa degradê.

Ar condicionado, direção elétrica, coluna de direção regulável em altura e profundidade, assistente de partida em rampa, controle de tração, controle de estabilidade, bloqueio eletrônico do diferencial, vidros elétricos com one touch, travamento central elétrico e retrovisores externos com controle elétrico.

Computador de bordo, abertura interna do porta-malas, abertura interna do bocal do tanque, cintos dianteiros com pré-tensionadores, airbags frontais, airbags laterais, airbags de cortina, cintos de 3 pontos, Isofix, Top Tether, lanternas em LED e alarme.

Sensor de estacionamento traseiro, volante multifuncional, rádio Media Plus com Bluetooth e USB, quatro alto-falantes, SD card, bancos em tecido, banco do motorista com ajuste em altura, banco traseiro bipartido e ajuste de encosto traseiro.

Opcionais: câmera de ré, dois tweeters e multimídia Composition Touch com Google Android Auto e Apple Carplay.

Volkswagen T-Cross 200 TSI Automático – Itens acima, mais piloto automático, transmissão automática de seis marchas com mudanças na alavanca e paddle shifts, multimídia Composition Touch, grade em preto brilhante, faróis de neblina, luzes diurnas em LED e piso variável no bagageiro.

Difusores de ar traseiros, USB para o banco traseiro, descansa-braço central dianteiro com porta-objetos, colunas B em preto brilhante e bancos em tecido exclusivo.

Opcionais: câmera de ré, sensor de estacionamento dianteiro e retrovisores externos com rebatimento elétrico.

Volkswagen T-Cross Comfortline 200 TSI Automático – Itens acima, mais display maior do computador de bordo, rodas de liga leve aro 17, pneus 205/55 R17, malharia especial, câmera de ré e ar condicionado automático Climatronic.

Para-sois com espelhos iluminados, banco do motorista com ajuste lombar, banco do passageiro com rebatimento do encosto para frente, frenagem pós-colisão, volante e alavanca em couro, porta-luvas climatizado com iluminação, alarme com controle remoto e barras longitudinais no teto.

Opcionais: retrovisor interno eletrocrômico, teto solar elétrico e panorâmico, sensor de chuva, sensor crepuscular, multimídia com tela de 8 polegadas, iluminação interna em LED, modos de condução e estacionamento automático.

Som Beats com 300 watts e subwoofer, faróis full LED, bancos em couro de cor marrom, tapetes exclusivos, detalhes internos em cobre, entrada presencial e botão de partida.

Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI Automático – Itens acima de série e alguns opcionais acima, mais motor 1.4 TSI, grade em preto brilhante com frisos cromados, detalhes externos cromados, luz de conversão estática, barras no teto prateadas, rodas de liga leve exclusivas, bancos em couro, detalhes internos cromados e pedais de alumínio.

Opcionais: cluster digital Active Info Display de 10,25 polegadas, teto solar elétrico e panorâmico, som Beats com 300 watts e subwoofer, comandos de voz, faróis full LED e multimídia com tela de 8 polegadas.

T-Cross 2020 – preços

  • Volkswagen T-Cross Sense 200 TSI Automático – R$ 114.153
  • Volkswagen T-Cross 200 TSI Manual – R$ 103.917
  • Volkswagen T-Cross 200 TSI Automático – R$ 106.960
  • Volkswagen T-Cross Comfortline 200 TSI Automático – R$ 112.474
  • Volkswagen T-Cross Highline 250 TSI Automático – R$ 114.153

(*) preços da tabela Fipe – setembro/2022.

T-Cross 2020 – motor

O T-Cross 2020 era equipado com dois motores, ambos da família EA211, sendo eles de fabricação nacional, produzidos na fábrica de motores da VW em São Carlos, interior de São Paulo.

O 1.0 TSI é o menor, com bloco de alumínio com três cilindros e pesando 12 kg, tendo ainda cabeçote de quatro válvulas por cilindros com dois comandos acionados por correia dentada e com variadores eletrônicos de abertura e fechamento.

Com injeção direta de combustível de alta pressão tem ainda alimentação por turbocompressor com intercooler, além de refrigeração com duplo circuito e lubrificação da correia dentada, dispensando a troca.

Tendo 999 cm³ de volume e 10,5:1 de taxa de compressão, o 1.0 TSI tinha 116 cavalos na gasolina e 128 cavalos no etanol, ambos a 5.500 rpm.

O torque era de 20,4 kgfm a 2.000 rpm, sendo menor que os 25,5 kgfm a 1.500 rpm do motor EA211 1.4 TSI, que tinha quatro cilindros e bloco de alumínio, com cabeçote de alumínio com dois comandos de válvulas variáveis.

Com acionamento por correia dentada, os dois eixos possuem variadores para abertura e fechamento, assim como tempo de abertura de válvulas.

Tendo também injeção direta de combustível e turbocompressor com intercooler, o 1.4 TSI tem 1.395 cm³ e a mesma taxa de compressão, o propulsor entregava 150 cavalos a 4.500 rpm.

O T-Cross 2020 tinha transmissão manual de seis marchas, além de câmbio automático de seis marchas da Aisin AQ-160F com conversor de torque, além de mudanças manuais na alavanca e/ou paddle shifts, com modo Sport.

T-Cross 2020 – desempenho

  • Volkswagen T-Cross 200 TSI Manual – 9,6 segundos e 189 km/h
  • Volkswagen T-Cross 200 TSI Automático – 10,4 segundos e 184 km/h
  • Volkswagen T-Cross 250 TSI Automático – 8,7 segundos e 198 km/h

T-Cross 2020 – consumo

  • Volkswagen T-Cross 200 TSI Manual – 8,5/10,1 km/l e 12,2/14,5 km/l
  • Volkswagen T-Cross 200 TSI Automático – 7,6/9,5 km/l e 11,0/13,5 km/l
  • Volkswagen T-Cross 250 TSI Automático – 7,7/9,3 km/l e 11,0/13,2 km/l

T-Cross 2020 – manutenção e revisão

O T-Cross 2020 tinha plano de manutenção com três revisões grátis, que reduzia bastante o custo das revisões, que podem ser feitas em toda a rede VW em intervalos de 12 meses ou 10.000 km.

O serviço de revisão inclui inspeção de motor, câmbio, direção, suspensão, freios e sistema elétrico, além de itens de segurança.

Na revisão, são trocados óleo lubrificante, filtro de óleo do motor, filtro de ar, filtro de combustível, fluido de freio, velas, correia em V e palhetas dos limpadores.

O SUV compacto tem ainda itens de desgaste natural trocados nas revendas mediante custos adicionais, após orçamento realizado e aprovado pelo proprietário.

Assim, são trocados pastilhas de freio, discos de freio, molas, amortecedores, batentes das torres, coxins de motor e câmbio, buchas de bandeja, pivôs de direção, rolamentos, pneus, entre outros.

Nas revendas Volkswagen, serviços como funilaria, pintura, alinhamento, balanceamento, cambagem, limpeza oxi-sanitária, lavagem, recall, instalação de acessórios, entre outros.

T-Cross 2020 – ficha técnica

Motor 1.0 TSI 1.4 TSI
Tipo
Número de cilindros 3 em linha 4 em linha
Cilindrada em cm3 999 1395
Válvulas 4 4
Taxa de compressão 10,5:1 10,5:1
Injeção eletrônica Direta, turbo Direta, turbo
Potência máxima 116/128 cv a 5.500 rpm (gasolina/etanol) 150 cv a 4.500 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo 20,4 kgfm a 2.000 rpm (gasolina/etanol) 25,5 kgfm a 1.500 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
Tipo Manual de 6 marchas e automática de seis marchas Automática de seis marchas
Tração
Tipo Dianteira Dianteira
Direção
Tipo Elétrica Elétrica
Freios
Tipo Discos dianteiros e traseiros Discos dianteiros e traseiros
Suspensão
Dianteira McPherson McPherson
Traseira Eixo de torção Eixo de torção
Rodas e Pneus
Rodas Aço ou liga leve aro 16 polegadas Liga leve aro 17 polegadas
Pneus 205/60 R16 205/55 R17
Dimensões
Comprimento (mm) 4.199 4.199
Largura (mm) 1.760 1.760
Altura (mm) 1.570 1.570
Entre eixos (mm) 2.651 2.651
Capacidades
Porta-malas (L) 370-420 370-420
Tanque de combustível (L) 52 52
Carga (Kg) 445 448
Peso em ordem de marcha (Kg) 1.215 (MT) 1.252 (AT) 1.292
Coeficiente aerodinâmico (cx) 0,36 0,36

T-Cross 2020 – fotos

Via Notícias Automotivas https://ift.tt/0szGrP8

from Blogger https://ift.tt/0bulzeg
via IFTTT

Publicidade

Publicado por Antônio Cunha Lima

Olá, meu nome é Antônio Cunha Lima, tenho 47 anos e sou de Contagem, Minas Gerais. Sempre procuro aprender coisas novas para manter meu cargo protegido e dirigir tranquilo com minha família.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: