Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

Renault voltará aos EUA? Navio a vela indica que sim

Em 1987, a Renault saiu oficialmente do mercado americano e a presença francesa no país praticamente desapareceu até a chegada dos carros da Bugatti, em outro nível, naturalmente.

Desde então, rumores de que a marca do losango retornaria aos states foram quase frequentes e novamente a ideia de que a Renault pode voltar aos EUA não vem exatamente de alguma fonte da empresa ou do setor automotivo.

Em realidade, a história tem relação com o mar, Nantes e um navio a vela… A meta de neutralizar o carbono em 2050 é almejada por todo o mundo e a indústria automotiva é um dos setores onde a pressão se torna maior.

A Renault quer o carbono zero na Europa até 2030 e no resto do mundo até 2050, mas para alcançar isso, ela precisa que toda a cadeia produtiva e logística atenda aos requisitos.

Num dos pontos mais difíceis de cumprir, o transporte marítimo, a Renault decidiu em 2018 se unir com uma startup chamada Neoline, cuja proposta é trazer de volta os navios cargueiros a vela.

Como na era dos grandes clippers, a Neoline almeja o transporte de carga e veículos em um tipo de navio de 135 metros com velas automáticas em mastros duplos retráteis (para passar sob pontes) ou mastros estilo Aerorig (os dois veleiros Paratii de Amyr Klink usam essa tecnologia).

Na parceria com a Renault, a Neoline transportará de 300 a 400 carros num grande porão de carga com rampa na popa.

O navio-veleiro da Neoline, quando usando o aparelho vélico feito de carbono e com área de 4.180 m², reduz em até 90% a emissão de CO₂.

Para a Neoline, o navio cumprirá as metas da Renault, especialmente em rotas pela Europa e América do Norte, partindo de Saint-Nazaire, a partir de 2024, quando os testes começarão.

Será que a Renault volta aos EUA? A revelação parte da Neoline, que divulgou até um mapa com rotas para Saint-Pierre et Miquelon e Halifax, ambas no Canadá, além de Baltimore, nos EUA.

A Renault retornando aos EUA num navio a vela e com uma gama de carros elétricos a bordo, seria um recado importante ao mercado americano, ainda na berlinda quanto às emissões de CO₂.

[Fonte: Autoblog]

 

Via Notícias Automotivas https://ift.tt/DNYotbw

from Blogger https://ift.tt/IsLW6ow
via IFTTT

Publicidade

Publicado por Antônio Cunha Lima

Olá, meu nome é Antônio Cunha Lima, tenho 47 anos e sou de Contagem, Minas Gerais. Sempre procuro aprender coisas novas para manter meu cargo protegido e dirigir tranquilo com minha família.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: