Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

Dacia: simples e lucrativa, quer aumentar ganho em 50%

A Dacia é a marca de preço baixo da Renault e a mais “em conta” no mercado europeu, indo na contramão de outros fabricantes, incluindo chineses, que atuam na região com preços bem mais altos.

Ainda que o preço baixo seja seu principal foco, a Dacia é considerada muito lucrativa e a Renault oficialmente não dá muitos detalhes sobre o assunto, sendo ela considerada uma “galinha dos ovos de ouro”.

Luca de Meo, CEO da Renault, se limitou a dizer que a margem de lucro da Dacia, atualmente é de 10%, o que é no mínimo o dobro de outros fabricantes, mas o executivo afirma que isso pode ir além.

Até 2030, a Dacia cogita alcançar margem de lucro de 15%, ou seja, 50% a mais que hoje e numa época bem desfavorável para a marca romena, dada a eletrificação.

Para efeito de comparação, essa margem de lucro é semelhante ao de marcas de luxo como BMW e Mercedes-Benz, por exemplo, que possuem gamas de altíssimo valor agregado.

Na Dacia, o valor agregado é o menor possível, dados os preços baixos e a composição básica de modelos como Sandero e Logan, por exemplo.

Uma das apostas certeiras de Carlos Ghosn, a Dacia como marca de baixo custo não só deu certo, como chegou em um nível que nenhuma outra conseguiu no cenário europeu, mesmo no leste.

Inicialmente a ideia era vender carros com preço de € 5.000, o que já era ousadia em meados dos anos 2000, mas uma década depois, a Dacia ainda conseguia emplacar na Franca, o Sandero básico pelo mesmo preço.

Para reduzir os custos, manter os carros baratos e ainda lucrar com isso, a Dacia viu sua casa na Romênia encarecer o suficiente para migrar a produção para o Marrocos, ainda que antes tenha feito o mesmo com a Turquia.

Com a saída da Rússia, a Renault afetou a Dacia, mas esta ainda mantém uma política sem descontos e com logística de baixo custo, tendo custos operacionais 50% abaixo da média do setor na Europa.

Tendo preços abaixo de € 10.000 atualmente, a Dacia parte para a eletrificação comendo pelas beiradas e fazendo as contas na ponta do lápis.

[Fonte: ANE]

 

Via Notícias Automotivas https://ift.tt/9xMzn6t

from Blogger https://ift.tt/Qnu0wCO
via IFTTT

Publicidade

Publicado por Antônio Cunha Lima

Olá, meu nome é Antônio Cunha Lima, tenho 47 anos e sou de Contagem, Minas Gerais. Sempre procuro aprender coisas novas para manter meu cargo protegido e dirigir tranquilo com minha família.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: