Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

Tesla: carros ficarão sem sensores em prol de câmeras

A Tesla removerá todos os sensores ultrassônicos de seus carros nos próximos meses, com o início do corte a partir de outubro, em meio a investigações sobre o Auto Pilot.

A medida colocará as câmeras de bordo em evidência, afinal, elas serão os únicos dispositivos de orientação que o Auto Pilot terá e também sua ausência demandará algum esforço do motorista.

Com 12 sensores atualmente, os carros da Tesla ficarão sem o sistema de estacionamento automático e, para piorar a coisa, sem alerta de proximidade e ponto cego durante as manobras, ficando a orientação por conta do condutor.

Ter uma câmera no lugar de um sensor não é um mau negócio, quando este for aplicado à traseira, com algumas marcas, como a Honda, eliminando o sensor traseiro com o uso de uma câmera com tripla visualização.

Nas contas, o fabricante economiza nos sensores e é aí que a Tesla quer chegar, deixando as câmeras inteligentes como forma de detecção de obstáculos, pessoas, ciclistas e outros carros, assim como paredes, pilastras, guias de rodas, entre outros.

Na Tesla, alguns sensores servem de apoio para a função de ultrapassagem automática, mas sem eles, aparentemente o Auto Pilot ainda conseguiria executar a manobra.

Analistas acreditam que o Auto Pilot pouco será afetado, mas as manobras de estacionamento serão altamente prejudicadas.

Com a NHTSA de olho no piloto automático, a Tesla acredita que isso não irá interferir nos resultados dos testes de segurança, como do IIHS ou NCAP, além do próprio órgão federal americano.

Diferente de outros fabricantes, a Tesla se apoia totalmente no uso de câmeras para que o carro enxergue o mundo com seus próprios olhos, interpretando as condições de rodagem para antecipar-se.

Nos demais fabricantes, o LiDAR é o laser que guia as demais funcionalidades, sempre apoiados por muitos sensores ultrassônicos.

Por não usar laser e, agora ultrassom, a Tesla terá mais olhos sobre si, especialmente se ocorrerem mais relatos de risco de segurança no Auto Pilot.

[Fonte: Reuters]

Via Notícias Automotivas https://ift.tt/lPL6KEu

from Blogger https://ift.tt/cAmFKqb
via IFTTT

Publicidade

Publicado por Antônio Cunha Lima

Olá, meu nome é Antônio Cunha Lima, tenho 47 anos e sou de Contagem, Minas Gerais. Sempre procuro aprender coisas novas para manter meu cargo protegido e dirigir tranquilo com minha família.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: